domingo, 27 de maio de 2012

Bainha Aberta X

Exercício 5
Bainha Aberta Serpentina


Para a Bainha tipo Serpentina o ponto base é o mesmo que até agora aprendemos – Bainha Simples.

Isso não significa que sempre será assim, pois as Bainhas Abertas muito se assemelham e se mesclam com outros estilos de bordados, como o Hardanger e o Reticello (Reticella).
E outras formas de dar base e formatar os grupos podem ser usadas.
Nesse caso aqui, a intenção é ensinar os pontos básicos pois com o tempo e com a pratica cada uma vai elaborando seus próprios desenhos.

Fixamos inicio e fim da barrinha arrematando bem as bordas e formamos a borda inferior juntando grupos de 4 fios cada e a largura da barra não deve passar de 8 fios tirados.

Bainha Aberta IX

Exercício 4
Bainha Aberta Escada


Nesse exercício vamos usar o ponto básico/simples da Bainha Simples que já vimos antes.

Essa Bainha Escada se ajusta bem a formar uma boa base para uma bainha posterior maior e mais elaborada, dá uma boa consistência às bordas, firmando e “abrindo” o trabalho.


Nessa foto procurei fazer a sequência dos passos de uma vez só.
Então vemos bem acima a marcação de início, meio e fim. Lembrando que esse é um trabalho a fios contados então tudo que pudermos marcar para facilitar a contagem é bem vindo.Depois bordei em ponto reto as bordas a fim de dar sustentação para o corte dos fios da trama.
A última parte aparece a imagem já com os fios cortados e desfiados, com a agulha e linha numa posição inicial do Ponto Bainha Simples.
Nesse exercício foram tirados10 fios, ou seja, essa bainha tem uma altura correspondente a 10 fios de trama, por 48 fios de urdidura, pensando em juntar 12 grupos de 4 fios cada.

sábado, 26 de maio de 2012

Bainha Aberta VIII

Exercício 3
Bainha Aberta Enrolada


Tem a função também de prender uma bainha virada e ser sustentação de barra de Bainha Aberta.

Nas fotos a seguir foram pegos 2 fios acima da borda pra melhor exemplificar, mas para ficar mais bonito e com o efeito do enrolado pegue apenas 1 fio acima da borda.

Preste atenção!!
O fio inicial entra do avesso para o direito entre o 1º e o 2º fio da urdidura, na carreira do fio  tirado (do desfiado).
Em seguida pegamos na ordem: 2º e 1º fio, (da direita para a esquerda) passando a agulha por baixo e pelo avesso, puxamos e vai formar uma laçada sobre o fio 2, veja foto da seqüência.



Bainha Aberta VII

Exercício 2

Bainha Aberta Simples pelo avesso

Serve a explicação do exercício 1 para as marcações de larguras e viradas de bainha, o que muda é a forma como vamos prender essa bainha e como ela se apresenta pelo lado direito do trabalho.

Executamos então as marcações, as dobras e os vincos a ferro, prende-se com alfinetes ou alinhavos e retiramos o fio sobre o qual se trabalhará.

Essa forma de bainha é feita pelo avesso do trabalho.

Vamos trazer o fio da linha por dentro da dobra da bainha e trazer para cima.
Começamos da esquerda para a direita nesse exemplo.
A Agulha pega 2 fios (pode ser 3 ou 4) e junta um grupo. Puxe a linha de tal forma que fique firme, mas não repuxada, nem solta.