quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Bainha Aberta XV

Exercício 10
Bainha Aberta Fantasia 2

É uma barrinha estreita muito decorativa que também serve como base para uma Bainha mais elaborada.

Para executar essa barrinha é importante o número de fios afim de proporcionar o efeito cruzado da linha.
No total são 7 fios de trama, sendo que 5 devem ficar no centro intactos sem desfiar.





Bordado Bainha Aberta

Livro sobre introdução a Bainhas Abertas.



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Bainha Aberta XIV

Exercício 9
Bainha Aberta Fantasia 1

Esta é uma bainha bem decorativa, muito elaborada que dá ao trabalho um aspecto robusto.

 Marcamos essa barrinha com 10 cm de comprimento. Tiramos 2 fios da trama, deixamos 3 fios intactos no centro e tiramos mais 2 fios na carreira inferior.
Iniciamos da direita para a esquerda, começando na carreira superior no 2º fio a partir da borda.
Trazemos agulha e linha para o direito







Bainha Aberta XIII

Exercício 8
Bainha Aberta Cruzada pelo Direito

 Nessa amostra vamos inciar nossa bainha pela esquerda com a linha e agulha na carreira superior no 1º fio.







Bainha Aberta XII

Exercício 7
Bainha Aberta Cruzada pelo Avesso

 É um ponto empregado no entorno de outros bordados e para garantir uma boa base para bainhas maiores.
Tem um efeito visual muito bonito.

 É uma bainha de 5 fios de trama e estipule uns 10 a 12 cm de comprimento. Tire 2 fios deixando no meio 3 fios intactos.
Inicia-se da direita para a esquerda, começando por introduzir a agulha do avesso para o direito no 2º fio da borda superior.






Bainha Aberta XI

Exercício 6
Bainha Aberta Quadrada

A Bainha aberta Quadrada é bem empregada para guarnecer outras bainhas mais bem elaboradas e para dar sustentação diante de outros trabalhos como o Reticello.

Iniciamos marcando largura e comprimento da barra que vamos bordar.
Aqui nesse exemplo vamos usar 8 fios para a largura e contar 88 fios de trama para formar 22 grupos de 4 fios cada.
Bordamos as bordas que sustentam a largura retirando 2 fios na borda superior e 2 na inferior, ficando com 4 fios centrais intactos.
Iniciamos da direita para a esquerda na borda inferior trazendo a linha para o direito e introduzindo a agulha na borda superior, paralela e 4 fios a esquerda da borda inferior.


Continuação das Bainhas Abertas



Novas amostras



Hoje, depois de alguns meses, volto para dar continuidade as Bainhas Abertas, nesse meio tempo me foi possível criar novas amostras e construir novos tutoriais.

Também foi um tempo para criar novos trabalhos e participar de algumas feiras, na foto aqui apresentada temos uma toalhinha de lavabo toda bordada à mão com uma mistura bem delicada entre o Hardanger e a Bainha Aberta.


Nessa outra foto uma amostra de almofadinhas recheadas com essências perfumadas e bordadas em ponto Richelieu.

Mas vamos aos exercícios de Bainhas Abertas na continuidade de nossa proposta.



"Os espelhos são usados para ver o rosto; a arte para ver a alma."
George Bernard Shaw.

domingo, 27 de maio de 2012

Bainha Aberta X

Exercício 5
Bainha Aberta Serpentina


Para a Bainha tipo Serpentina o ponto base é o mesmo que até agora aprendemos – Bainha Simples.

Isso não significa que sempre será assim, pois as Bainhas Abertas muito se assemelham e se mesclam com outros estilos de bordados, como o Hardanger e o Reticello (Reticella).
E outras formas de dar base e formatar os grupos podem ser usadas.
Nesse caso aqui, a intenção é ensinar os pontos básicos pois com o tempo e com a pratica cada uma vai elaborando seus próprios desenhos.

Fixamos inicio e fim da barrinha arrematando bem as bordas e formamos a borda inferior juntando grupos de 4 fios cada e a largura da barra não deve passar de 8 fios tirados.

Bainha Aberta IX

Exercício 4
Bainha Aberta Escada


Nesse exercício vamos usar o ponto básico/simples da Bainha Simples que já vimos antes.

Essa Bainha Escada se ajusta bem a formar uma boa base para uma bainha posterior maior e mais elaborada, dá uma boa consistência às bordas, firmando e “abrindo” o trabalho.


Nessa foto procurei fazer a sequência dos passos de uma vez só.
Então vemos bem acima a marcação de início, meio e fim. Lembrando que esse é um trabalho a fios contados então tudo que pudermos marcar para facilitar a contagem é bem vindo.Depois bordei em ponto reto as bordas a fim de dar sustentação para o corte dos fios da trama.
A última parte aparece a imagem já com os fios cortados e desfiados, com a agulha e linha numa posição inicial do Ponto Bainha Simples.
Nesse exercício foram tirados10 fios, ou seja, essa bainha tem uma altura correspondente a 10 fios de trama, por 48 fios de urdidura, pensando em juntar 12 grupos de 4 fios cada.

sábado, 26 de maio de 2012

Bainha Aberta VIII

Exercício 3
Bainha Aberta Enrolada


Tem a função também de prender uma bainha virada e ser sustentação de barra de Bainha Aberta.

Nas fotos a seguir foram pegos 2 fios acima da borda pra melhor exemplificar, mas para ficar mais bonito e com o efeito do enrolado pegue apenas 1 fio acima da borda.

Preste atenção!!
O fio inicial entra do avesso para o direito entre o 1º e o 2º fio da urdidura, na carreira do fio  tirado (do desfiado).
Em seguida pegamos na ordem: 2º e 1º fio, (da direita para a esquerda) passando a agulha por baixo e pelo avesso, puxamos e vai formar uma laçada sobre o fio 2, veja foto da seqüência.



Bainha Aberta VII

Exercício 2

Bainha Aberta Simples pelo avesso

Serve a explicação do exercício 1 para as marcações de larguras e viradas de bainha, o que muda é a forma como vamos prender essa bainha e como ela se apresenta pelo lado direito do trabalho.

Executamos então as marcações, as dobras e os vincos a ferro, prende-se com alfinetes ou alinhavos e retiramos o fio sobre o qual se trabalhará.

Essa forma de bainha é feita pelo avesso do trabalho.

Vamos trazer o fio da linha por dentro da dobra da bainha e trazer para cima.
Começamos da esquerda para a direita nesse exemplo.
A Agulha pega 2 fios (pode ser 3 ou 4) e junta um grupo. Puxe a linha de tal forma que fique firme, mas não repuxada, nem solta.






sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Bainha Aberta VI

Exercício 1
Bainha Simples

Esse exercício mostra um ponto básico usado para “formatar” a base de uma Bainha Aberta.
Agrupa os fios formando colunas para posteriormente podermos construir desenhos e também é usado para juntar o tecido numa bainha virada.

Para executar esse exercício basta  apenas que 1 fio da trama seja retirado e já se tem um bom efeito, no caso desse exercício para que fique bem evidente, vamos tirar 2 fios por um comprimento de 10 a 12 cm.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Bainha Aberta V

Instruções Básicas
Fazendo pequenas amostras


     1. Preparando o tecido


Observe os exercícios que proponho, leias todo o texto da explicação e siga dentro do possível as intruções sobre as dimensões do tecido e das amostras.
Corte o tecido num tamanho suficiente para conter toda a Bainha que será bordada e mais o tanto necessário para acomodar entre os aros do bastidor.
Ache o centro do tecido e marque usando uma linha de cor diferente da usada para o bordado.
Conte o número de fios, seguindo o gráfico e marque o início e o fim da carreira.
Em Bainhas Abertas é importante levar em consideração o desenho, os grupos de amarrações e a quantidade desses grupos.
Vamos falar mais adiante sobre os desenhos e gráficos quando então veremos isso detalhadamente, por hora penso que o exercício de amostras é a forma mas apropriada de tomar conhecimento dessa técnica.