segunda-feira, 25 de julho de 2011

Bainha Aberta I

Tudo começou quando encontrei essa preciosidade há alguns anos atrás, desde então venho me dedicando a reproduzir os pontos, entender suas nuances e fazer um passo-a-passo para cada um deles.

Esse livro é da DMC, foi escrito por Thèrése de Dillmont.

As adoráveis Bainhas Abertas são conhecidas pelo mundo a fora por nomes diversos:  Vainicas (Espanha), Sfilature (Itália) e Drawn Thread Work.

Trata-se de um trabalho com agulha a fios tirados. Ou seja, desfiamos a trama do tecido, tirando fios, desde somente um até muitos. Pondendo também serem tirados os fios que compõem a urdidura do tecido.

É um trabalho que se assemelha as redas estilo Tenerife e Reticella, os pontos são simples e podemos associar as Bainhas Abertas a outros estilos de bordado, tal como o Ponto Cruz, o Hardanger, o Bordado Livre.

Aplica-se as Bainhas Abertas naturalmente a toalhas de mesa, caminhos de mesa e lenços. Mas também são formas de decorar roupas de cama, banho e vestuário.

A forma mais elegante de se apresentar as Bainhas Abertas é no tecido branco, no linho, o que dá a elas um toque refinado e belo. Mas nada impede que com o bom senso e a criatividade não possamos executá-las em cores.

Nas próximas postagens vou escrever sobre os tecidos e acessórios pertinentes a execução desse bordado. É importante sabermos sobre alguns termos sobre tecidos e sobre a técnica.

Até a proxima aula!

Um comentário:

  1. Boa tarde!
    Eu ainda encontro este livro para comprar?
    Obrigada
    Francisca

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e por participar com seu comentário, retornarei com uma resposta dentro do possível. Por favor deixe seu e-mail para futuro contato. Lúcia Machado